Como poderia eu sem Ti viver?

Como poderia eu sem Ti viver?

. 1 minuto de leitura


Como poderia eu sem Ti viver?
Em um mundo insano
Onde são os loucos quem mandam.

Como poderia eu encontrar leite e mel
Numa terra de pandemias?
Insana eu seria se não me rendesse
Ao Teu poder, majestade e soberania
E talvez a Tua glória eu jamais conheceria.

Eu tive medo, eu sei,
Mas quem não teria?
Do dia para a noite tudo mudou
E diante de um vírus o mundo parou.

O pânico logo se instalou
E o inimigo se alegrou.
Era difícil, muito difícil,
Os dias de prisão domiciliar,
Simplesmente, pareciam não ter fim.

Inesperadamente a paz dos céus chegou.
Sim, a Tua paz alcançou-me.
O Teu propósito estava no meu coração.
Mergulhada num oceano de emoções
Uma nova mãe vi nascer,
Uma nova esposa a florescer,
Quebrando barreiras que antes eram impossíveis de derrubar.

Dos meus olhos as escamas caíram
E, finalmente, pude ver a Tua bondade e fidelidade
Que me seguiram por todos os dias
Dessa indesejada pandemia.

Suas bênçãos vieram sobre mim
Como um lembrete de um amor sem fim.

Como poderia eu sem Ti viver?
Hoje o Teu colo é o meu consolo,
O Teu abraço é o meu sossego
E desse vírus, logo todos irão se esquecer,
Mas sem Ti eu jamais quero viver.

Chiado/Lisboa (Novembro/2020)
Estação de Metro Baixa-Chiado/Lisboa (Novembro/2020)

Bruna Duarte

Fundadora e escritora do blog, fotógrafa, esposa do Diego e mãe da Sarah e Daniel. Uso as palavras para traduzir o meu coração e creio que elas podem alcançar lugares que os meus pés não podem chegar.