Alegrem-se na esperança: por Evelyn Martins

Alegrem-se na esperança: por Evelyn Martins

. 4 minutos de leitura

Olá, graça e paz em Cristo Jesus!

O meu nome é Evelyn, tenho 31 anos, sou paulista, casada, mãe e vejo-me como uma pessoa muito determinada em relação àquilo que quer fazer ou realizar, porém, sei que nem tudo é fácil ou simples e que alguns desejos são menos importantes, outros impossíveis e outros difíceis.

No dicionário a palavra “esperança” significa um sentimento de quem vê como possível a realização daquilo que deseja, uma expectativa baseada na possibilidade que se ocorra é confiança e fé na hipótese de acontecer. Então, imagine colocar a esperança em Deus, como diz no Salmos 42.5.

“Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador.”
Salmos 42:5 NVI

Porém, algumas metas ou sonhos dependem totalmente da nossa força de vontade e da importância que damos àquilo que desejamos realizar, ou seja, depende da nossa própria ação e atitude.

Eu sempre quis aprender a andar de bicicleta, mas quando era criança não tive a oportunidade de ter uma bicicleta, ou, até mesmo, de aprender a pedalar. Eu morava no Brasil numa cidade grande em São Paulo, contudo não me sentia segura. A correria do dia a dia fez com que eu mesma colocasse um obstáculo e este desejo já não era tão importante para mim. O tempo foi passando, mas não perdi a esperança de um dia conseguir.

“A esperança que se retarda deixa o coração doente, mas o anseio satisfeito é árvore de vida.”
Provérbios 13:12 NVI

Durante a minha adolescência eu sonhava em conhecer a Suíça, porque vi algumas fotografias de uma viagem de uma amiga da minha mãe, mas esse sonho era impossível para mim. Também mantive a esperança de um dia realizar, porém, diferente do outro desejo de aprender a andar de bicicleta, esse não dependia somente de mim, Deus precisava agir e sabia que se fosse da vontade Dele um dia iria acontecer. Assim, perseverei na oração e coloquei nas mãos do Senhor.

“Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam.”
Isaías 40:31 NVI

Realizei muitos sonhos que Deus permitiu que eu realizasse e outros realizei porque agi. Casei-me, realizei o sonho de ser mãe, fomos morar fora do Brasil, vivemos grandes lutas e grandes vitórias e fortalecemos muito a nossa fé durante essa trajetória.

No nosso 7º ano de casados o meu esposo fez-me uma surpresa e disse: “Vamos conhecer a Suíça!”. Oramos, agimos e planeamos tudo para isso e aconteceu. Foi lindo, revivi aquelas fotografias que ficaram gravadas na minha mente, chorei de emoção e realizei isso em família.

“Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos; e os meus pensamentos, mais altos do que os seus pensamentos.”
Isaías 55:9 NVI

No entanto, mesmo depois de grandes acontecimentos, voltou a florescer o desejo de andar de bicicleta e era algo simples bastava só eu querer, então porque não?! Ia aos parques e via crianças, jovens e idosos a andar de bicicleta, parecia tão fácil, e é na oportunidade que o otimista vence a dificuldade. Assim, durante a pandemia ganhei coragem e, depois de 4 meses obrigados a estar em casa confinados e após o desconfinamento responsável, comprei a minha primeira bicicleta, aos 30 anos de idade. O resultado foi que aprendi muito rápido, bastou 3 dias entre tentativas e erros. Quando pedalei uns 5 metros sem por o pé no chão eu chorei de emoção, pois coloquei os obstáculos na frente de algo tão simples e percebi que perdi tempo demais para tomar atitude.

“Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”.
Josué 1:9 NVI

Andar de bicicleta foi uma vitória para mim. Quando muitos me questionavam por ter 30 anos e não saber andar, não era nada de outro mundo para mim como os outros achavam que era ser adulta e não saber. Contudo, ao pensar nos sonhos mais impossíveis que eu consegui realizar, porque Deus fez o impossível acontecer, porque é que andar de bicicleta, que era muito mais simples e possível e que dependia somente de mim, eu não tinha realizado?! Se eu só mantivesse a esperança e não tivesse agido, eu não teria aprendido.

Quantas vezes tardamos com alguma coisa tão obvia de se realizar não é mesmo?! O que é para Deus fazer, Ele vai fazer por você, creia! Não vou falar de coisas sobrenaturais, mas vou falar das coisas simples e pequenas que só você pode fazer, na qual depende somente de você e que, às vezes, colocamos um grande obstáculo. Talvez isso seja, como no meu caso, aprender a andar de bicicleta, ou, até mesmo, falar algum idioma, aprender a cozinhar, dirigir, fazer um curso, um trabalho voluntário… Enfim, se você tem grande interesse em evoluir, quebre as  barreiras e priorize aquilo que deseja, pense que o tempo não volta atrás. Você é capaz! Somos mais que vencedores em Cristo Jesus!

"Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração."
Romanos 12:12 NVI

Por Evelyn Martins


Evelyn é uma amiga muito querida que Deus colocou na minha vida antes mesmo de nós chegarmos em Portugal. Ela é um exemplo de mãe, esposa e mulher  que tem um coração disposto a ajudar o próximo (mesmo sem conhecer).

Portugal (Dezembro/2019)

Bruna Duarte

Fundadora e escritora do blog, fotógrafa, esposa do Diego e mãe da Sarah e Daniel. Uso as palavras para traduzir o meu coração e creio que elas podem alcançar lugares que os meus pés não podem chegar.