A beleza da criação

A beleza da criação

. 1 minuto de leitura

No começo, Tu já estava lá,
Tu és o começo e o fim
E criaste todas as coisas
Com uma harmonia sem fim.

A luz Tu criastes no primeiro dia,
O maravilhoso céu, no segundo dia,
Já passaram-se a tarde e a manhã.

No terceiro dia,
Tu chamaste a parte seca de terra
E ao conjunto de mares Tu chamaste mares
Assim, a terra fez brotar vegetação,
Plantas, sementes, árvores e frutos.

Ao quarto dia,
Tu criastes o sol, a lua e as estrelas,
Assim, podemos separar o dia e a noite
Como sinais para os dias, anos e estações.
Já se passaram a tarde e a manhã.

E no quinto dia,
Tu enchestes os mares
Com todos os animais marinhos e suas espécies
Houve tarde e manhã.

Chegou o sexto dia
E Tu encheste a terra
Com animas e rebanhos,
E tudo que criastes Tu viu que eras bom.
Assim, também ao homem e a mulher Tu criastes
Conforme a Tua imagem e semelhança,
Deu-nos o fôlego de vida e abençou-nos.

Ao sétimo dia,
Abençoado e santificado
Tu descansaste da perfeita obra da criação.

Com propósito Tu criastes cada ser,
Com tantos detalhes impossíveis de entender.
Alguns complexos, outros exóticos,
Pequenos ou gigantes, alguns muito interessantes.
Mas em cada ser é possível ver
Através da beleza da criação,
A imensidão do Teu poder.


Bruna Duarte

Fundadora e escritora do blog, fotógrafa, esposa do Diego e mãe da Sarah e Daniel. Uso as palavras para traduzir o meu coração e creio que elas podem alcançar lugares que os meus pés não podem chegar.